No javascript ETIC | Joana Santos Joana Santos – ETIC

Pedir informações

    Joana Santos

    Diário de Bordo

    Diário de Bordo #4

    Estou a escrever este relatório num autocarro Berlim-Praga que quase íamos perdendo, pedi 2 dias de folga e vim, mas mais sobre isso no final.
    Estas duas semanas têm sido mais calmas, o trabalho mantém-se ao mesmo ritmo mas recentemente passei a ter um horário diferente e entro um pouco mais cedo, o que tem a mais valia de aproveitar um pouco mais as tardes para andar de bicicleta e comer um geladinho na famosa gelataria angelato aqui pertinho de casa.
    Tem estado bom tempo e aproveitei para ir a Velka America em Morina, com a Inês e a Julia (colega da Inês) o que foi uma pequena desilusão porque achávamos que ia dar para mergulhar no fundo da antiga pedreira que afinal tinha o acesso fechado. Mas demos a volta à situação e depois de voltar a Praga e descobrirmos uma piscina natural a 20 minutos de Ujezd onde deu para mergulhar, mas por pouco tempo graças à água gelada.
    Voltando a Berlim, fui sem expectativas e acabei surpreendida! Estava com o Rafael e a Inês e no primeiro dia explorámos uma zona perto do centro, passámos pelo Tiergarten, pelo Portão de Brandemburgo e pela Catedral e vimos a Berliner Fernsehturm ao longe. No segundo dia acordámos com o céu cinzento e fomos em direção à Galeria Nacional, almoçámos no Viktoria Park com o sol a dar o ar da sua graça e passámos o resto da tarde na cinemateca mais incrível de sempre! No dia seguinte fomos ao museu de fotografia com a Andreia, passámos por um fleamarket lá perto e seguimos até à berlin wall, estava uma tarde de sol linda e no último dia o sol só se mostrou quando já nos vínhamos embora depois de explorarmos o museu Futurium.

    Diário de Bordo #3

    Praga está florida e nos últimos dois dias parecia Verão, conseguimos largar os casacos e andar de t-shirt a aproveitar o sol!
    No último relatório não falei disto mas fui passar um fim de semana a Cesky Krumlov com a Gabriela e a Inês e foi muito bom ver um pouco mais da Chéquia. A cidade era pequenina e muito pitoresca e da nossa varanda tínhamos vista para a catedral e para o rio.
    No trabalho as coisas têm vindo a melhorar, tenho tido uma consistência de trabalho bastante melhor e o Frank e o Fredy, os colegas que se sentam nas secretárias ao meu lado, têm tornado a experiência mais divertida.
    Durante a semana, a Inês teve de ir fotografar concertos do festival spectaculare e eu acompanhei-a em dois porque ela tinha direito a plus one. Foi muito giro porque era um tipo de música que nunca tinha visto em concerto e sem o bilhete grátis provavelmente nunca teria ido ver.
    Tem sido excelente sair do trabalho e explorar, ir a um café jogar jogos de tabuleiro ou ao karaoke e a uma roda de samba, com banda ao vivo e uma energia incrível.
    Entretanto casa cheia, tivemos visitas cá em casa nos últimos dias, a Andreia que veio de Berlim e a Telma, amiga do Afonso e fomos todos festejar o aniversário dele até ao dia nascer.
    Ahoj!

    Diário de Bordo #2

    Mais duas semanas e é verdade que passa a correr, já tenho uma rotina de trabalho – o caminho até lá é muito bonito – e tenho conseguido orientar-me surpreendentemente bem pela cidade. Descubro coisas novas em sítios pelos quais já passei várias vezes e fico maravilhada com os detalhes da arquitetura por aqui.
    Já a dinâmica cá por casa tem sido ótima e vamos ficando próximos enquanto vamos explorando a cidade e fazendo coisas juntos, como andar de barco pelo rio, pintar canecas e trabalhar em cafés.
    Graças aos meus mais recentes amigos aprendi: a jogar bilhar (ainda sou péssima) e enfrentei um medo, ao andar pela primeira vez numa montanha russa, por mais pequena que fosse, soube bem gritar a cada descida e chegar ao fim com lágrimas nos olhos, resultado do vento gelado.
    Na shledanou!

    Diário de Bordo #1

    Estes primeiros dias de Erasmus têm sido de adaptação e exploração da cidade.
    Chegámos cansados da viagem no dia 27 e fomos comprar alguns essenciais para nos orientarmos nos dias seguintes. No primeiro dia completo na cidade aproveitei a manhã para ir até à embaixada votar e dar uma pequena volta por essa zona, foi um dia calmo e aproveitámos para fazer mais compras, o que se revelou uma tarefa mais complexa do que aparenta, porque ainda não nos adaptamos às coroas checas e a língua também é complicada de perceber.
    Em termos de explorar a cidade, já deu para subir á Petrin Tower, de funicular, que fica no jardim mesmo atrás da nossa casa, passear á beira rio e atravessar a Charles Bridge, ver a Torre do Relógio e a Old Town Square e até ir a uma sessão de curtas metragens de um festival de cinema! Para além disso já visitei a Strahov Library, Hradcany Square e Prague Castle.
    Ontem à noite fomos a um bar/livraria com jogos de tabuleiro e no caminho de volta a casa começámos a ouvir ópera na rua, seguimos o som e demos com a parte de trás do teatro nacional onde haviam várias filas de cadeiras e um ecrã gigante para as pessoas – que ainda eram bastantes – terem acesso ao concerto que estava a acontecer no interior do teatro! Claro que aproveitámos a oportunidade e ficámos a ouvir, foi uma coincidência muito bonita!

     

     

     

     

     

     

    Everything Is Now.
    Learn. Do. Create.
    BEGIN HERE Get Everywhere.
    Dare To Try.